sábado, 4 de julho de 2015

Mês de Agosto Promete!!!




Obs. Seguindo uma determinação do ministério Público e Juizado da infância e Juventude de Goiás. Menores de 12 anos só poderão entrar no teatro acompanhado dos responsáveis legais. Adolescentes com acompanhantes autorizados pelos responsáveis mediante documento de autorização. Devemos cumprir o que determina o promotor de justiça no dia do show cultural  Estação Luanda e  Festival Luandê no teatro Marista.

Mestres

 MESTRE JELON
         Mestre Jelon Vieira fundador do Capoeira Luanda, nasceu em Santo Amaro da Purificação, Bahia, em 1953. Aos 10 anos de idade começou a treinar Capoeira Angola, com o mestre Emérito e posteriormente com mestre Bobô. Em 1969 conheceu mestre Ezequiel com quem aprendeu Capoeira Regional ,tendo a honra de treinar na academia do mestre Bimba.
Em 1972 ingressou no “Viva Bahia”, dirigido pela Professora Emilia Biancadi de Ferreira, ocasião em que também aprendeu as danças Folclóricas da Bahia. Em 1974, durante uma tournée de três meses do “Viva Brasil“, viajou para a Europa com mestre João Grande, mas resolveu deixar a companhia, fixando-se em Paris ,e, em seguida, se mudou para Londres, com o objetivo de desenvolver um trabalho com a capoeira.
      Em 1975 foi convidado para realizar um show nos Estados Unidos, e resolveu ficar em Nova Iorque. Seus primeiros trabalhos foram nas escolas públicas do Bronx aonde, pela primeira vez, conheceu o Break Dance . Em 1982 ingressou na “New York University” com o objetivo de aprimorar seu inglês. Em 1980 fundou a “The Capoeira Foundation, Inc.” e em 1993 a “Fundação Ilé Bahia de Santo Antonio” no Texas, organizações que têm como objetivo a divulgação da cultura afro-brasileira nos Estados Unidos. Teve como seus alunos: Pelé, Wesley Snipes e Eddie Murphy.EM 1993, após regressar ao Brasil, fundou o “Instituto de Artes Urbana da Bahia”, sediado em Salvador, que visa realizar um trabalho de cunho social. No momento, desenvolve essas atividades na Boca do Rio, Salvador e Encarnação de Salinas, Bahia. Como coreógrafo, Jelon colaborou com famosos compositores, entre eles: Marcelo Zarvos, Ramiro Musoto, Caetano Veloso, Tote Gira e Ciro Batista. Atualmente coordena o trabalho em duas Escolas Publicas a KIPP AMP Academy em Brooklyn, NY e a Hoggetowne Middle School, em Gainesville, FL., tendo a Capoeira como tema principal no currículo dos alunos. De 1982 a 1994 foi instrutor convidado no “Timothy Dwight College” na Universidade Yale, e de outros Colégios e Faculdades americanas, alem disso mestre Jelon foi convidado a participar de muitos programas de TV em diversas emissoras americanas, recebendo inúmeras condecorações, prêmios e bolsas. No ano de 1990 entrou para o “Hall of Fame International” (corredor da fama) de Artes Marciais (ele foi um dos 20 mestres de artes marciais escolhido por Wesley Snipes para receber o titulo de "Mestres do Século 20" em 2000), e recebeu inúmeras condecorações, e prêmios e bolsas do National Endowment for the Arts, New York State Council for the Arts, New York Foundation for the Arts, Rockefeller Foundation, Meet the Composer International Project, Lila Wallace Read Digest Foundation, Jerome Foundation e do Prefeito de New York Rundolph Julian, que declarou 12 de junho de 1995 "Capoeira Day", para comemora os 20 anos de Capoeira nos EUA, incluindo uma citação da Commisioners Court of Tarrant County, Texas, e outra da Câmera dos Vereadores da Prefeitura de Cleaveland, Ohio.Serviu em panéis do NEA e Dance Critics' Association e foi membro do Board of Trustee of Dance/USA. Também, no ano de 1990 entrou para o Hall of Fame International (corredor da fama) em Artes Marciais. Este ano recebeu o premio do Folk Culture to Life para realizar pesquisas sobre a Capoeira no Brasil, e foi indicado pra receber o premio "Tesouro Nacional dos EUA" (o segundo mais importante concedido pela Casa Branca). Mestre Jelon foi o segundo capoeirista a receber essa condecoração, sendo que o primeiro foi mestre João Grande. Finalmente pelo seu papel como proponente e mestre de uma forma de arte de importância única histórica e cultural, mestre Jelon foi incluído em vários textos de numerosos acadêmicos, entre outros Professores Robert Ferris Thompson da Universidade Yale, foi o tema de um documentário pelo cine astra e diretor Warrington Hudlin.. Em 1999 Jelon entrou no Hall of Fame da prefeitura de Nova York, tendo seu nome permanente no Museu da Cidade.
   
 
MESTRE APACHE
Rogério Cordeiro de Carvalho (Mestre Apache) . Nascido em Goiânia no dia 25/10/1975, seu primeiro contato com a Capoeira foi no ano de 1984 com o Mestre Luizinho (Melodia), na Unidade Municipal de Assistência Social do Setor Novo Horizonte. Dissidente do Grupo Candeias, iniciou a sua trajetória capoeirística em 1986 no setor Vila Boa, com os mestres Jacó e Piau, na época professores do mestre Suíno. Em 1994 ele ficou na supervisão direta do Mestre Suíno, o qual mais tarde recebeu o titulo de contramestre. 
           O mestre Apache se dedica ao ensino da Capoeira para crianças, adolescentes e adultos desde 1994. Em sua trajetória na Capoeira já participou e realizou vários encontros pedagógicos, festivais, campeonatos, batizados e troca de graduações. Se orgulha de ter formado inúmeros graduados com boa didática e fundamento na capoeira. 
         Apache recebeu a graduação de mestre no dia 17/08/2013, título conferido pelo mestre Jelon e tendo como padrinho de honra o grão mestre João Grande.
        Atualmente ministra aulas de Capoeira em sua sede em Goiânia no setor Eli Forte, mantém um trabalho com a comunidade descobrindo e formando novos capoeiristas, mantendo assim, vários projetos sociais nos âmbitos educacional, esportivo e cultural. Apache é fundador do Projeto Capoeirar que atende 60 crianças na região sudoeste de Goiânia no bairro Eli Forte. Casado com a professora Josy, juntos tem um filho chamado Rafael, é servidor público do município de Goiânia e formado em  Gestão Pública pela Uni-Anhanguera.
 
                                                                        MESTRE GUERREIRO
     Ademercino Teles Tomé (mestre Guerreiro) nascido no dia 15 de novembro de 1977 em Miracema do Tocantins - TO, veio para Goiânia no ano de 1981, iniciou-se na Capoeira em 1988, com o Professor Jacó, com quem treinou até 1993, no ano de 1994 dando continuidade a sua prática na capoeiragem com o Mestre Suíno com quem se formou contramestre em capoeira e dos quais 14 anos se dedica ao ensino da Capoeira para crianças, adolescentes e adultos.
    Formado em Educação Física é reconhecido internacionalmente pelo grande trabalho que vem realizando, desde 1994 vem se dedicando ao ensino da Capoeira para crianças, adolescentes e adultos. Por três anos, ensinou Capoeira nos estados de São Paulo e Minas Gerais onde mantém um trabalho junto aos instrutores formados por ele. Em sua trajetória, o mestre Guerreiro já esteve em vários países da Europa ministrando cursos e palestras de Capoeira, apresentando o trabalho que vem desenvolvendo durante seus 26 anos na Capoeiragem.
      Sempre em atividade no meio capoeirístico, teve participação direta na gravação de vários CD's e DV's de Capoeira. Atualmente o Mestre Guerreiro ministra aulas de Capoeira em escolas e academias de Goiânia para crianças a partir de um ano e meio de idade, além do trabalho de formação de novos instrutores em Capoeira os quais possuem trabalhos em várias prefeituras dos Estados de: Minas Gerais, São Paulo e Goiás, mantendo assim vários projetos sociais nos âmbitos educacional, esportivo e cultural.